Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

Os Jogos Olímpicos da Boa Educação ou Como fazer Pierre de Coubertin* dar voltas na tumba

Pois é, agora que estamos a 25 dias (e a contagem decrescente continua) para o início dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, chegou a hora dos responsáveis pelo evento universal virem dar um “arzinho da sua graça” mostrando ao mundo o resultado dos seus “T.P.C.”.

Zhang Zhenliang (fixem este nome pois desconfio que ainda vão ouvir falar muito dele) é o subdirector do departamento de voluntários do BOCOG (Beijing Organizing Comité Olympic Games) e, em conferência de imprensa, veio dar conta das “novas” regras a respeitar pelos espectadores que resolverem deslocar-se a Pequim para assistirem aos jogos. Segundo o responsável chinês, para além de comprarem bilhetes (obvio) os espectadores vão ter que cumprir um conjunto de 26 regras impostas pelo BOCOG (só?! Dirão os chineses!!).

O BOCOG especifica a coisa e diz que essas regras (editadas em livro) serão 22 restrições e 4 proibições visando, passo a citar o Sr. Zhang Zhenliang “...manter a ordem e a segurança”.

O Sr. Zhang Zhenliang apelou ainda aos espectadores que MEMORIZEM (coisa nunca vista na China, eles quase nem memorizam nada...) as normas olímpicas.

Do “livrinho” das regras e códigos de conduta durante os Jogos Olímpicos é possível retirar dúvidas acerca de algumas das proibições, vejamos alguns exemplos:

- não se podem tirar fotos com flash nos locais olímpicos;

- Máquinas de filmar e rádios não entram nos recintos;

- E estão proibidos comportamentos como a embriaguez, a nudez, o jogo (por esta é que eu não esperava), as manifestações (a sério!?), concentrações e protestos (quem diria?!).

As regras que foram promulgadas na passada segunda-feira aconselham ainda os espectadores a não trazerem cartazes ou panfletos de publicidade comercial, religiosa, politica, militar, de defesa dos direitos humanos ou de protecção animal ou ambiental (atenção que a ordem não é minha, é do Sr. Zhang Zhenliang) pois, segundo o mesmo responsável, estes VIOLAM OS PRINCIPIOS DO EVENTO OLIMPICO. (obviamente que sim, nunca uns jogos olímpicos serviram para fins PUBLICITÁRIOS e/ou de promoção RELIGIOSA, POLÍTICA, MILITAR ou outra... mas é que NUNCA na vida)

O BOCOG (não satisfeito com as proibições anteriores) enumera ainda uma lista de objectos proibidos como instrumentos musicais, buzinas, isqueiros fósforos ou outros e ADVERTE que é MAU PRINCIPIO abrir os guarda-chuvas e/ou sombrinhas durante os eventos desportivos (isso agora é que vai ser um GRANDE PROBLEMA... ai vai vai... proibir tudo o resto ainda vá, agora as sombrinhas é que não... isso é como tirar o oxigénio do ar que eles respiram). Serve tudo isto para, citando mais uma vez o “alto responsável” chinês, “...assegurar um ambiente de ordem, alegria e harmonia”.

No ponto seguinte, foi informado que a formação dos 800 mil voluntários que começou a ser efectuada no início do corrente mês inclui as chamadas “rotinas para incentivar os atletas”. Desta forma, aos voluntários, foi ensinado a APLAUDIR em quatro passos com lemas fáceis de memorizar (sem comentários!!), já tendo aprendido igualmente que têm que se levantar quando soarem os hinos nacionais dos diversos países (UAU!!) e que no final tem que apanhar o lixo (Ah bem, OK, afinal é mesmo fácil, 1- Levantar; 2– Aplaudir; 3- Apanhar o lixo. Até eu já MEMORIZEI). Por fim, e ainda segundo o mesmo responsável, de referir apenas que o “livro das regras” será fornecido com a compra do bilhete para o evento e que terá uma linguagem simples e directa. (ou como se diz em BOM PORTUGUÊS, será CURTO e GROSSO!)

Dispensa mais comentários, adoro ver toda esta HARMONIA e LIBERDADE. Por este andar vamos ter uns Jogos Olímpicos fantásticos... com toda a NATURALIDADE...

 

* Pierre de Frédy (Paris, 1 de Janeiro de 1863Genebra, 2 de Setembro de 1937), mais conhecido pelo seu título nobiliárquico de Barão de Coubertin, foi um pedagogo e historiador francês, tendo ficado para a história como o fundador dos Jogos Olímpicos da era moderna.

 

Tempo para hoje:
Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

(In)Segurança Rodoviária na China

Um dos assuntos que muitas vezes abordo aqui tem a ver com a segurança rodoviária (ou a falta dela) na China. É um facto, quem consegue conduzir na China (e em Portugal) consegue conduzir em qualquer parte do universo (e arredores). É realmente algo que nos une, a “nossa” falta de civismo e educação ao volante, mas, creio que pesando bem tudo, a China ainda nos consegue ganhar por larga vantagem.

Deixo-vos aqui hoje mais um exemplo das idiotices que vejo diariamente ao volante.

O transporte das crianças nos automóveis – pensar-se-ia que no país onde todos os acessórios para transporte de crianças (de todas as idade e tamanhos) são feitos que não haveria problemas com esse aspecto e, na verdade, não há, pois é EXTREMAMENTE comum ver todos os dias pais (e mães) que transportam os seus filhos de tenra idade... AO VOLANTE... NEM MAIS!

Não sei se é por pura ignorância ou se realmente as pessoas acham que estão a contribuir para a educação e/ou formação dos filhos – “ensinando-lhes” a conduzir desde cedo.

É um facto que “todos nós” (pelo menos o pessoal da minha geração) já andou ao volante com os nossos pais, mas nessa altura não haviam air-bags e outros tais que agora fazem dessa viagem um risco AINDA maior do que na altura.

Mas é assim mesmo que eles vão, ao colo... e ao volante porque apesar de as fabricarem aos milhões não usam nem uma das nossas “famosas” cadeirinhas XPTO com todos os autocolantes “CE” (como manda a lei).

 

Tempo para hoje: (Mas dizem que vem aí tufão)
Terça-feira, 25 de Setembro de 2007

Living in China (O Início)

 

Todos sabemos que quem se desloca quer seja em passeio, negócios ou outro motivo, para um país que não é o seu, se tem que preparar para se ADAPTAR às regras e normas de sociedade vigentes. Mas quando os destinos de viagem são locais onde a civilização “dita ocidental” ainda não dita as suas leis... ou pelo menos a maioria delas... a coisa complica-se ainda mais.
Como se não bastasse na maioria das vezes a adaptação ser difícil e complexa por questões de linguagem e comunicação existem um “sem número” de normas diria, do “currículo oculto” em algumas dessas sociedades, que nos fazem a nós... ditos povos ocidentais ou ocidentalizados, benzermo-nos 20x seguidas (claro... porque ocidental que é ocidental é católico e benze-se...).
Deixo-vos agora com alguns pequenos exemplos (comentados) de algumas dessas “normas” com as quais nem sempre é fácil de lidar...

O Exemplo Chinês

O exemplo da China e do que é viver na China para “nós” povos armados em civilizados (e somos... oh se somos...) é um dos bons exemplos do que é ter que ser FLEXÍVEL e uma lição de como aprender a ADAPTAR-SE num meio adverso...
Mas perguntaram vocês (se não estiverem já a dormir com toda esta retórica) que é que a China tem assim de tão DIFERENTE?!?

1- O Bater com todas as portas – o bater com as portas na China deve ser uma “instituição nacional” tão importante como a “missa ao domingo” em Portugal... digo-vos meus amigos, não há Chinês que se preze que não bata VIOLENTAMENTE com todas as portas, sejam de casa, do carro o outras que se lembre ou tenha oportunidade... e não importa a que hora do dia, noite ou madrugada isto acontece... se sai de casa...tem que se fazer ouvir... fustigando a porta contra a sua própria ombreira;

2- O Transito nos passeios – deixem-me que vos diga... é duro... é violento... circular nos passeios das ruas e avenidas é uma aventura capaz de nos levar no mínimo a chegarmos a casa com meia-dúzia de arranhões e nódoas negras... não há uma ordem... cada um circula como quer e como bem lhe apetece e de preferencia há que pisar, empurrar ou abalroar quem circula no mesmo sentido ou no oposto... é uma verdadeira festa;

3- O Não respeito por filas – bem sabemos que qualquer serviço, publico, privado ou afim... que se preze tem fila... quando falamos de um local com (e atenção que isto é um termo técnico) “gente pra caraças” é normal que haja fila em tudo quando é sitio... é na padaria, é no supermercado, é à espera do Autocarro, o comum... há em todo lado e aqui não é excepção (bem pelo contrário). Assim, seria no mínimo de esperar que os Chineses estivessem habituados a este sistema... a fila, a ordem, a sua vez... muito longe disso... totalmente longe disso... aqui a palavra de ordem é... “SOU EU PRIMEIRO... PORQUE SIM” porque estou com mais pressa que os outros... e assim sucessivamente... escusado explicar mais... certo... já estão a ver o resultado...

4- O Não parar nas passadeiras – na mesma linha de pensamento da falta de organização, prioridade ou vez nas filas... vem este portento... se já é difícil entrar na passadeira e olhar para o lado certo para ver se vêm carros a passar (é para a DIREITA e não para a ESQUERDA primeiro) pior se torna esta árdua tarefa de atravessar ruas quando simplesmente está instituída a norma de que os condutores não têm que parar para os peões atravessarem... mesmo sendo uma PASSADEIRA... (daquelas às riscas como uma zebra e tudo, como no resto do mundo)... logo, funciona mais uma vez a “máxima” quem for mais forte é quem passa...(ou mais corajoso)...

5- O Não dar prioridade a Idosos ou Grávidas - esta está longe de ser exclusiva da China... mas dentro da linha de pensamento que temos vindo a seguir, não seria de esperar outra coisa... lugar sentado nos autocarros e etc... sim senhor, está lá tudo... placa identificativa, indicações nas línguas todas e mais algumas... pior é convencer o/a Matarruano/a que lá vai sentado de que a senhora grávida ou a “avózinha” é capaz de não conseguir ir de pé e aos saltos (oh se tem saltos...) a viagem toda...

6- A Religião e religiosidade – atenção que nada tenho contra a religião seja ela qual for (desde que não seja estúpida e usada como desculpa para fazer estupidezes). Na China arrisco-me a dizer que a maioria das pessoas são Budistas e têm alguns rituais relativos à sua religiosidade (que apesar de, na maioria dos casos, ser proibido por lei o seu cumprimento na via ou locais públicos não deixam de ser feitos... diariamente...). Um destes rituais é o acender de incenso e outros similares nas ruas, portas de lojas e partes comuns dos prédios de habitação (Corredores e Escadas)... se no que respeita à rua... é proibido... (mas pode-se fazer, só que é proibido...) já dentro dos prédios as manhãs e os finais de tarde são... fumegantes...

Estivemos até agora a ver vários exemplos de situações às quais não estamos muito habituados mas que, com uma dose extra de paciência, compreensão e entendimento, conseguimos (consigo “EU”) aceitar e engolir... até porque quem é “outsider” sou eu... Mas vamos agora aos 2 ELEITOS, aqueles, os tais, os SUPRA-SUMOS que eu não vou conseguir (digo eu) engolir, nem hoje... nem NUNCA... (será?!?)

7- O Cuspir no chão – pois é meus amigos, o CUSPIR NO CHÃO é uma “instituição” tão grande ou maior ainda que o “pastel de nata” e não há homem, mulher ou criança que não se furte a uma valente cuspidela para a via pública (se tivermos sorte... esse momento de “rara beleza” acontece no preciso momento em que vamos a passar e ainda levamos a “prenda” para casa)... é lindoooooooo...

8- O ARROTO – “Last but not least” temos talvez, e esta sim… a MAIOR de todas as “INSTITUIÇÕES” chinesas... o belo… sim o belo.. o maravilhoso... ARROTO... nem mais... mas não é o simples arrotar... é o arrotar “alto e bom som” em qualquer lugar... Ah como é bom... entrar num restaurante... sentar e preparar para comer uma bela refeição... e ouvir na mesa ao lado... ARROTOS... e mais ARROTOS... dá logo mais vontade ainda de fazer a bela da refeição... e quanto a esse não há mesmo nada a fazer... apesar de para mim ser dos que mais me “ENERVA” e “ENOJA” está mesmo instituído como símbolo de “boa educação”... como “elogio” ao cozinheiro/a pela boa comida que acabamos de DEVORAR QUE NEM ANIMAIS...

E pronto meus amigos, por hoje é tudo no que respeita este capitulo e há promoção turística da China (o departamento do Turismo agradece... provavelmente irei ser preso ou isso se alguém souber deste POST)... há e haverá muito e muito mais... mas fica para outro POST (caso não tenha sido preso entretanto...) que esta história dos ARROTOS e do CUSPIR no chão já me está a dar fome... e o vizinho da frente acabou de sair... acreditem que eu sei que acabou de sair... ;)

Abraços calorosos... e húmidos (29º para o primeiro e 94% para o segundo)
Tempo para hoje:
Banda sonora: Love Should - Moby

Informação NADA Interessante

pesquisar

 

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Chinesices

Os Jogos Olímpicos da Boa...

(In)Segurança Rodoviária ...

Living in China (O Início...

Chinesices mais Antigas

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

LINKS

http://averpassarcomboios.blogspot.com/ http://memoriaspraeskecer.blogspot.com/

TIME

Visitantes Online

Music Player

Número de Vistos para a China

Motorcycle Accident Lawyer
Motorcycle Accident Lawyer Counter

A Melhor Rádio do MUNDO e ARREDORES

CHINESAGEM

A China mudou...
para melhor
para pior
Quem disse que mudou?
China?! o que e?
  
pollcode.com free polls
Hello Kitty tao querida que apetece...
Apertar
Esganar
Matar
Beijar
Abracar
  
pollcode.com free polls
Qual o seu signo no horoscopo chines?
Rato
Porco
Cao
Galo
Macaco
Cabra
Cavalo
Serpente
Dragao
Coelho
Tigre
Boi
Porco
  
pollcode.com free polls