Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

O Mundo ao Contrário

Hoje foi o primeiro de três dias de luto nacional pelas vitimas do terramoto em Sichuan, às 14h28 iniciava-se o primeiro de três minutos de silêncio em memória das vitimas mas aquilo a que assisti nada teve a ver com SILÊNCIO, antes pelo contrário, foram feitos sim 3 minutos de INTENSO BARULHO com tudo o que era meio de transporte com buzina a buzinar sem parar durante os 3 minutos que se seguiram.

 

Pergunto-me, então porque raio lhe chamaram “minutos de silêncio” se, ao contrário da definição de silêncio, eles fizeram um BARULHO descomunal?!

 

Já sabia que no mundo do espectáculo é costume substituir-se o vulgar minuto de silencio por 1 minuto de fortes aplausos, agora fiquei a saber que, ao que parece, na China, não existe silêncio (nem nessas ocasiões) pois em todas as outras do dia e da noite há muito que tinha percebido o mesmo...

 

 

P.S.: Por Sichuan continua a contagem... e, ao que parece, as autoridades já admitem a publico mais de 70 000 mortos... imagino quantos serão na REALIDADE...

 

Tempo para hoje:
Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Por cá a coisa anda "tremida"

Pois é caros amigos, creio que é escusado informar-vos acerca do terramoto que aconteceu cá pelas terrinhas chinesas.Foto - Sapo

 

Apesar de nem sequer o ter sentido (muita gente por aqui diz que sentiu) a verdade é que o fenómeno tem dominado a actualidade diária de tudo o que é meio de comunicação social por cá e um pouco por todo o mundo.

 

O curioso em tudo isto, e a principal razão pela qual resolvi trazer o assunto a lume, é a forma como as autoridades chinesas lidam com tudo isto.

 

Apesar de estar muito longe da província mais atingida são enúmeras as noticias que de lá chegam a todos os minutos, dando conta da incapacidade das autoridades locais em lidar com o fenómeno por si só trágico e agravado pela incapacidade em lidar com as consequências.

 

Nitidamente, a China, como muitos outros países no mundo, não está preparada para fazer face a uma catástrofe deste ou de outro tipo, os hospitais são escassos e apresentam enumeras deficiências... não estão minimamente capacitados para receber a quantidade que pessoas que deles têm necessidade. Mas, mais uma vez, até aí, está tudo “normal” ninguém tem capacidade para prever este tipo de coisas, mas o que realmente me deixa “danado” é ver na TV pessoas vivas a quererem lutar pela vida debaixo dos escombros e não haver ninguém para as ajudar e são vários os exemplos disso que vão circulando, nomeadamente em fotografia, pelo mundo. Cadê o poderoso (e muito NUMEROSO) exército chinês?! Onde é que eles andam? A fazer guarda de honra e de vigia a meia-duzia de monges no Tibete?!

 

Creio que realmente (Deus, para quem Nele acreditar ou) a natureza conseguem revelar as verdades por detrás dos panos e mostrar quem é e o que é a China, a verdadeira China para além das Tochas Olímpicas e Paradas Militares. É um país com fracos e débeis recursos onde a vida humana tem um valor tão baixo comparado com a “vergonha” de PEDIR AJUDA estrangeira para que assim se salvem mais vidas.

 

Feliz (ou infelizmente, pela sua gravidade e dimensão) este foi um fenómeno que as autoridades não conseguiram esconder ou deturpar como fazem com tantos outros que não passam da micro-esfera nacional e que o mundo nunca chega a conhecer ou, quando isso acontece, tem um desfasamento de dias ou semanas para que “o pior já tenha passado”.

 

Alguém precisa dizer BASTA a governos como o Chinês ou o Birmanês (não sei que raio é o Myanmar) que tem tido um comportamento em tudo idêntico recusando até as ajudas internacionais ou pondo ENUMERAS condições para que esta entre num país completamente destroçado.

 

Vergonha?! Vergonha é ver os “nossos” morrer e nada fazer para os salvar!!

 

Tempo para hoje:
Sábado, 3 de Maio de 2008

Mais Tibete, mais Tocha Olímpica e mais Atitudes Inclassificáveis

Falei-vos no meu ultimo post acerca da Tocha Olímpica e das manifestações que a acompanharam em torno do mundo. Hoje o tema continua o mesmo e, infelizmente, não é por bons motivos.

 

Com a entrada da Tocha em território chinês previa-se que as manifestações parassem de uma vez por todas, até porque não seriam mais toleradas pelo regime chinês.

 

Acontece que essa “febre” deixou de ser uma preocupação meramente de segurança (onde eu até aí concordava... de certa forma...) e estão a tomar uma proporção absurda mostrando realmente o regime e a mentalidade chinesa ao mundo, são os boicotes e manifestações contra a cadeia “Carrefour” (vá-se lá saber porquê) alimentadas e incitadas DIRECTAMENTE por uma representante máxima dos negócios estrangeiros chineses na TV (eu vi)

 

Mas pior que isso foram os “avisos” emitidos em Hong Kong nos últimos dias em que foi dito EXPLICITAMENTE aos cidadãos do território que não expusessem, ou usassem qualquer bandeira ou OUTRO QUALQUER SÍMBOLO que pudesse ser conotado com o Tibete, pois qualquer atitude do género seria classificada como INSULTUOSA ao regime chinês e ao executivo do território de administração especial.

 

Acontece que ontem a Tocha passou exactamente pelas ruas de Hong Kong num clima de muita festa (perfeitamente sincera e nada forjada ou condicionada), apenas uma excepção, uma mulher (não se sabe quem) que assistia numa rua à passagem da Tocha olímpica embrulhada numa bandeira do Tibete, segundo foi noticiado, a mulher em causa não se manifestou, não ostentou cartazes ou qualquer outro tipo de palavras de ordem, apenas permaneceu muda e calada assistindo à Tocha embrulhada numa bandeira tibetana.

 

O seu gesto foi considerado pelas autoridades mais do que suficiente para ser DETIDA e ser presente a TRIBUNAL onde, segundo as agencias noticiosas locais, vai ser julgada por TRAIÇÃO?!

 

E mais não digo...

 

Dá vontade de dizer apenas... “Tirem-me daqui que eu não sei andar nisto”...

 

Tempo para hoje:
Quinta-feira, 1 de Maio de 2008

Tocha Olímpica, Tibete e outras “Pedras no Hai*”

Já todos sabemos o que tem acontecido e sido noticiado acerca da viagem da Tocha Olímpica a caminho de Pequim, os movimentos “Pró-Tibete” como são apelidados são mais que muitos e vão-se reunindo de forma mais ou menos desorganizada mas sempre vão fazendo o seu “barulho” ensombrando a viagem da Tocha que se queria “linda de morrer”.

 

A verdade é que a preocupação da China com esse tipo de manifestações chega agora a um ponto CRITICO, mesmo MUITO CRITICO... se as manifestações que eles classificam (ou querem classificar como) “Anti-China” (ou apenas pelos direitos humanos) como dirão os mais moderados, foram de certa forma “toleradas” a quando da passagem da Tocha Olímpica pelo exterior havendo alguma repressão mas apenas nos momentos de confronto directo, a China tem agora preparada uma ACÇÃO quase MONSTRUOSA para impedir que algo desse tipo possa acontecer em território chinês e acreditem que isso não será MESMOOOOOOOOO tolerado.

 

As “Operações de Segurança”, como eles lhe chamam, chegam a tomar proporções quase absurdas (aos meus olhos) mas perfeitamente “normais” aos olhos de qualquer chinês que se preze. Sabiam que, por exemplo, em muitos locais (para não dizer todos) o “público anónimo” que assiste ou vai assistir nas ruas à passagem da tocha não é tão anónimo assim?!

 

É verdade... tudo está a ser preparado com “pompa e circunstância” para que nada falhe... e, para que nada possa falhar, nada melhor que CONTROLAR todos os factores, incluindo o factor HUMANO (o mais passível de ser problemático e causar “vergonhas”) que, para assistir (e apoiar) a passagem da Tocha, tem que ser previamente identificado e assinalado o seu local de “poiso”...

 

E assim fica tudo muito bonito... pelo menos na FOTOGRAFIA...

 

Porque nem tudo são “anedotas” aqui fica este apontamento para quem quiser “analisar”...

 

P.S.: confesso que consultei o meu dicionário à procura da palavras LIBERDADE em chinês... e para surpresa minha... existe...diz-se "Chi Iao" mas cá para mim não deve haver muitos dicionários com essa página...

 

*- Atenção que no título escrevi "no Hai" não confundir com "na Hai" não vá algum leitor engraçadinho saber chinês

 

Tempo para hoje:
Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

China vs Portugal (Auto-estradas)

Pois é caros amigos, depois de alguma ausência motivada por muito trabalho e parte dele em viagem pela China “profunda”, venho falar-vos mais uma vez de um assunto rodoviário.

 

Já vos contei como é que se conduz por estas paragens e estava a referir-me apenas às estradas, ruas e avenidas, já nas auto-estradas e nas chamadas “vias rápidas”  é um verdadeiro “vê se te avias” o numero de vias é (como já se sabia) igual ao numero de carros que cabem lado-a-lado no asfalto, as ultrapassagens são pela esquerda, pela direita, pelas centrais e por todos os cantos e recantos possíveis e imaginários, conduz-se com crianças ao colo (para aprenderem desde cedo a lidar com o assunto) e todas as barbaridades possíveis e imaginárias e se lá para os meus lados os carros novos têm direito a matricula provisória noutras províncias porem circulam mesmo SEM MATRICULA mas com a maior das descontracções (deve ser a forma que têm para exorcizar os seus fantasmas relativamente à liberdade... um bem tão precioso... e tão raro...).

 

Mas se os chineses ainda conseguem abusar mais que os portugueses relativamente a alguns aspectos rodoviários (coisa que parecia difícil de imaginar) noutros aspectos são IGUALZINHOS, tão iguais que nem se nota a diferença entre circular numa auto-estrada chinesa e numa portuguesa, vejamos:

 

1- A sinalização é má e está na maior parte dos casos mal colocada, quando se vê, já é TARDE DEMAIS (para uma pessoa responsável) mais uma vez para chineses e portugueses estamos sempre perfeitamente a tempo de parar, passar uns quantos traços contínuos ou mesmo meter marcha-atrás e apanhar a saída ideal.

 

2- Em ambos os casos há SEMPRE OBRAS... um troço com 25 Km tem no mínimo 2 ou 3 interrupções de faixas por motivo de obras, claro.

 

3- Em ambos os casos também existem PORTAGENS e CARAS que são.

 

4- Ok, na China além de portagens ainda existem “Check-points” com militares vestidinhos a rigor que nos inspeccionam os documentos e o carro de ponta a ponta, tudo em nome da dita SEGURANÇA, será?!

 

Pois é, parece que quanto mais se conhece a verdadeira China mais noção temos que a “abertura” ao mundo tão apregoada pelo regime em vigor se fez mesmo apenas e só num sentido... no sentido de VENDER...

Tempo para hoje:
Domingo, 6 de Abril de 2008

Sinais Exteriores de Riqueza... e MAU-GOSTO

Se há coisa de que os chineses são EXTREMAMENTE fãs é dos pomposamente chamados “Sinais Exteriores de Riqueza”, ou aquilo que vulgarmente chamamos de “cagança” da pura e da dura...

 

Na China as malas, bolsas, pastas, carteiras e todo o tipo de “porcarias” similares são da LV (para quem não sabe... significa Louis Vuiton). E quem não tem UMA... (ou mais) está “roídinha” (e “roídinho” porque essas tretas aqui não são só para mulheres... mais isso é uma grande história que fica prometida para outro dia) de inveja e DESEJOSA de ter uma...

 

É extremamente vulgar ver pessoas que apesar de terem um emprego e salário medíocre “OSTENTAM” com POMPA e CIRCUNSTÂNCIA a sua LV a tiracolo e se estão a pensar... Ah e tal... deve ser FALSA... desenganem-se... eles têm IMENSAS... copiadas, falsificadas e tudo o mais que se pode imaginar... mas essas servem apenas para EXPORTAR para os palermas dos Europeus e Americanos comprarem... eles só usam as VERDADEIRAS (e não os tentem convencer do contrario).

 

Mas o post de hoje também não é sobre essa praga que dá pela sigla “LV” que só tem paralelo na tal gata do costume... mas sim sobre os tais “Sinais Exteriores de Riqueza” ou na “Ostentação” em que os chineses são verdadeiros mestres...

 

Ter dinheiro não basta... é preciso TER e MOSTRAR ao vizinho que se tem mais que ele... e que se pode ESTRAGAR MUITO com “excentricidades” que não fará falta... e é sobre isso que vos quero falar... sobre as formas de se “estragar” dinheiro na China...

 

Tempos houve em que o acesso a carros e outros bem de luxo na China estava vedado (teoricamente a todos) mas nos tempos que correm a coisa mais comum é ver um Porsche (o amarelo e o azul bebé estão com muita saída), um Ferrari, um Bentley, ou mesmo um Lamborghini a circular (alegremente) pela rua onde moramos, já não falando do centro da cidade e das ruas dos bares e discotecas... mas há pessoas que levam a “Ostentação” a extremos que realmente há que reflectir sobre o assunto... e foi isso que me vi “obrigado” a fazer um destes dias... após um passeio com familiares em visita para conhecer a “China Land”...

 

Numa respeitável casinha (já minha conhecida) tive uma visão que me deixou ESTUPEFACTO... ou será ESTÚPIDO de FACTO... por acaso o portão (Dourado) estava aberto e em frente a este repousavam as “máquinas” da casa... 4 ou 5 entre Bentleys, Ferraris, Porsches e um NISSAN... um NISSAN?! Perguntam vocês?! Que raio faria um Nissan ali perdido?! A questão é que esse Nissan era um GT-R da ultima geração... um carro que (muito teoricamente falando) ainda não EXISTE... mas lá estava ele ostentando uma dessas matriculas vermelhinhas (também já tive uma no meu) que significam “matricula provisória”.

 

Ok, pensei eu... estes gajos realmente gostam de “mostrar que tudo podem” e que para eles não “há limites” e que o que para os outros ainda são “protótipos” (e sonhos) para eles é a realidade e podem ir com ele ao Supermercado ou ao Café... tudo bem... agora... o que me CHOCOU mesmo foi o “vizinho do lado” na garagem... era um Ferrari (como tantos outros) o ultimo modelo (como seria de esperar) e era... cinzento metalizado... e aí eu comecei a pensar “Eh pá... os Ferraris não são vermelhos?!” é que cinzento metalizado era um Civic 1.2 de 1978 que teve o meu pai (GRANDE MAQUINÃO) agora um FERRARI?! Ok... tudo bem mais uma vez... já não estranhei o “Cinza” assim como assim já vi noutro dia um “Azul bebé Metalizado” portanto... mas um olhar mais atento revelou-me o pormenor (de classe) que REALMENTE me levou a escrever este Postmento (mistura de Post com Testamento) os ESPELHOS RETROVISORES (esse acessório tão de serie mas que aqui parece NUNCA ter sido USADO) eram... VERMELHOS... ISSO SIM... VERMELHO FERRARI...(que deve ser só o vermelho mais VIVO que existe...) e... como devem calcular... ficava a MATAR no cinza prata metalizado do restante “carrito” ;( e aí pensei... será SÒ ostentação e excêntricismo ou haverá nisto também alguma (MUITA) dose de PURO “Mau-gosto”...

 

Decidam vocês... se conseguirem... e depois digam qualquer coisita, só para eu saber ;)

Tempo para hoje:
Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

Coisas que não há... na China

Há quem diga que “na China, como na Farmácia, há de tudo” aquilo que vos quero PROVAR hoje é que isso não é bem verdade e que há MUITAS COISAS que não existem na China. (e algumas delas que bem falta me faziam...)

 Uma das coisas “engraçadas” mas que podem gerar alguns embaraços aos mais desprevenidos tem a ver com os Restaurantes Chineses (e falo dos tipicamente chineses e não dos adaptados a turistas).

E se estão a pensar que me refiro aos talheres estarem substituídos por “pauzinhos” enganam-se redondamente... nos restaurantes chineses não há... GUARDANAPOS... isso mesmo... e por insignificante que este facto vos possa parecer, imaginem o que é estarem a comer fora de casa e não tirem onde limpar a boca, as mãos ou seja lá o que for... mas é verdade... não há... e como é que eles resolvem o assunto?! É extremamente comum as pessoas andarem com pacotes de lenços de papel (daqueles que nós usamos para nos assoarmos) nos bolsos, pastas ou malas e como tal... cada um traz sempre consigo os seus próprios “guardanapos” para o que der e vier.

Acrescento ainda que é tão vulgar as pessoas terem (e precisarem) desses lenços de papel que basta ir a um qualquer quiosque comprar um jornal ou revista que somos presenteados com um destes pacotinhos para acompanhar... e pergunto eu... será que eles pensam que fomos comprar o jornal para outra coisa que não ler e é por isso que nos dão os pacotes de lenços?!

Humm... será?!

Por hoje fico por aqui... mas prometo voltar ao tema para vos falar das IMENSAS coisas que não há na China...

Tempo para hoje:
Terça-feira, 1 de Abril de 2008

Efeito “Kitty”

Olá mais uma vez... cá estou eu de volta para vos falar de um assunto muitíssimo interessante (como sempre)... o tema esse, esbarra sempre (ou quase) no mesmo... SOCIEDADE... mais propriamente a sociedade chinesa que a cada dia aprendo a conhecer (e só eu sei quanto me custa)... mas como dizem aqui “mou man tai” que quer dizer mais ou menos “sem espiga” ou em português à séria “não há problema”...

 

Lembram-se da “famosíssima” (raios a partam) gata “hello kitty”?! (então não!!) pois passa também por ela o tema de hoje... de uma forma digamos... indirecta... mas ela está sempre presente... isto porque resolvi chamar ao post de hoje... EFEITO “KITTY”... e porquê? Porque não é só a (estúpida) da boneca em si que é um problema... mas gera à sua volta um conjunto de efeitos secundários (e terciários) que, em bom português, “lixam” toda uma sociedade.

 

Alguém disse uma vez uma frase muito gira a qual não sei reproduzir exactamente mas também não interessa nada até porque nem tenho bem a certeza que alguém alguma vez tenha mesmo dito isso e se calhar até sou eu que estou a inventar a frase e penso que alguém já a disse antes numa espécie de “deja vu” que não sei explicar a razão e que muito provavelmente se deve simplesmente ao facto de estar nesta terra à demasiado tempo e de hoje estar a chover “a cântaros”. (GOSTARAM DESTE MEU MOMENTO SARAMAGO?! Acho que, como ele, também merecia um “Nobél”)

 

Mas vamos à frase: Uma sociedade caracteriza-se pelos seus ídolos/heróis. (ou outra qualquer coisa assim) o que importa na verdade é reflectir e perceber para onde vai uma sociedade que tem como ídolos a gata Hello Kitty e o gato Doraemon (sim, para quem não sabe, o Doraemon também é um felino).

 

Bem sei que ROMA (dizem) se fundou muito à custa de uma “loba” mas não sei até que ponto se pode considerar estes “animais” animados como capazes para tomarem em mãos um serviço como o de comandar a sociedade chinesa (e sem piadas para as capacidades mágicas do gato azul).

 

O facto é que ELES... dominam a sociedade e são mais famosos que a Madonna e o Michael Jackson (e não precisaram nem de fazer filmes porno nem de molestar criancinhas... que eu saiba...)...

 

E como já estão fartinhos de conversa deixo-vos com um momento que demonstra claramente (para quem souber VER) tudo aquilo que acabei de vos contar.

Tempo para hoje:
Sábado, 13 de Outubro de 2007

Criminalidade

Ora cá estou eu mais uma vez para mais uma novidade fresquinha de pôr os “olhos em bico”...

 

Hoje venho falar de um assunto que tem preocupado muita gente (excepto a classe política) em Portugal... a criminalidade.

Podia vir aqui dissertar sobre os “n+1” tipos de criminalidade existentes e as diferenças e companhia... mas vou-me cingir àquilo que REALMENTE importa... a chamada “pequena criminalidade” (aquela a que NINGUÉM liga mesmo em PORTUGAL), os chamados pequenos roubos e outros crimes contra o património individual de cada um... e porque são esses que todos nós sentimos mais de perto (quem nunca sentiu a sensação de ser assaltado ou viu alguém ficar sem a carteira ou o telemóvel no comboio ou na rua sem saber muito bem como e muito menos porquê...).

 

Na China a criminalidade e principalmente esse tipo de “pequena criminalidade” é uma das GRANDES VANTAGENS deste país, porquê?! Porque quase não há... é um facto... os pequenos crimes, principalmente contra as pessoas são muito difíceis de acontecer e porquê?! Acima de tudo por uma questão de MENTALIDADE...

 

Enquanto que em PORTUGAL podemos ser ROUBADOS em PLENO DIA numa rua movimentada ou num transporte público cheio de gente e com 1001 testemunhas do acto que ninguém “mexe uma palha”... na China, para além das penas e castigos para quem é apanhado em tais actos (que me escuso a comentar) a mentalidade das pessoas não permite que um assalto desse tipo seja bem sucedido... ainda hoje... há umas horas apenas... assisti a uma situação em que alguém tentou roubar uma carteira em plena rua... (situação que infelizmente não surpreende quase ninguém em terras lusas) o que mais me surpreendeu foi a resposta IMEDIATA e PRONTA não de uma nem duas mas de dezenas ou centenas de pessoas que de imediato de prontificaram a seguir e interceptar o larápio não lhe dando nem tempo, nem hipótese de escapar...

 

É esta a ABISMAL diferença... as mesmas pessoas, apesar de todas as “faltas de educação” já abordadas em “posts” anteriores, nesses momentos AJUDAM-SE A SÉRIO... SEJA QUEM FOR... SEJA ou NÃO alguém “conhecido” ou “amigo”... e é por isso que aqui que pode circular com dinheiro no bolso, com “ouros” e jóias e com telemóveis e outros equipamentos electrónicos de novíssima geração pendurados ao pescoço que ninguém mexe, ninguém toca...

 

No aspecto SEGURANÇA... para pessoas e bens... CHINA 10 – 0 PORTUGAL...

 

 

Tempo para hoje:
Banda sonora: Rockstar - Nickelback

Informação NADA Interessante

pesquisar

 

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Chinesices

A China e a “Anti-globali...

Ano do Búfalo?!

Paraolímpicos Paraestrang...

Febre Chinesa do "8" cheg...

Os Jogos Olímpicos da Boa...

Nos automóveis, em Portug...

Profissões “Tipicamente” ...

(In)Segurança Rodoviária ...

As Repartições Públicas n...

Governo chinês toma (fina...

Chinesices mais Antigas

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags