Sábado, 31 de Maio de 2008

O rato (português) pariu uma montanha (chinesa)

Segundo as últimas noticias veículadas pela agência Lusa, o governo português prepara-se para enviar ajuda no valor de 250 mil dólares para a China com intuito de ajudar as vítimas do terramoto de Sichuan.

 

A notícia em si suscita-me de imediato três tipos de comentários:

 

- E parafraseando o presidente do governo regional da Madeira: “Está tudo grosso ou quê?!”.

 

- Ninguém em Portugal deve ler jornais ou ver/ouvir as noticias que chegam da China. É que todos os dias se vêm centenas de individualidades, países, estados e organizações a mostrarem os seus valorosos cheques cheios de zeros com as suas contribuições para a ajuda às vitimas.

 

- Estou certo que os 250 mil dólares do governo português vão ser muito úteis na China, pensando bem, deram quase tanto como uma cantora de Hong Kong (da qual agora não me lembro agora o nome).

 

Simplesmente deprimente, se não podemos ajudar, nem sequer a nós próprios, ao menos não façamos figuras ridículas tentando ajudar quem tem muito mais do que nós. Parecemos um “pedinte” que vai pôr parte das suas esmolas numa caixa de um artista de rua (se soubesse desenhar era esse o cartoon que faria... fica a ideia).

 

Tempo para hoje:
Banda sonora: "A Portuguesa" - Hino Nacional Português
Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Coisas que não há na China – Parte II

Retomando um tema já abordado no início do mês de Abril venho hoje falar sobre mais uma coisa que “não há” ou é extremamente rara por terras chinesas.

No primeiro post acerca do assunto falei-vos, se bem se lembram, (se não lembram vão ler o post de 2 de Abril) dos GUARDANAPOS, esse bem com tanto de essencial como de inexistente pelos restaurantes chineses. Hoje falo-vos de algo AINDA MAIS ESSENCIAL... digo mais... essencial à VIDA... a água... e, neste caso, as chamadas águas de mesa...

Pois é, pode parecer ridículo mas é uma raridade encontrar água “mineral” para beber... a quase exclusividade do que encontramos à venda é água destilada, isso mesmo, dessa que usamos em Portugal para por nos ferros de engomar e companhia, aqui... bebe-se e não se pense sequer que é barata, pelo contrário...

A esta altura estão vocês a perguntar, então mas não há água mineral mesmo?!

Haver, haver... há, mas é... importada, do Japão, França e Portugal, isso mesmo... leram bem, eu para beber água decente que não me saiba a ferro de engomar tenho que comprar LUSO, ALARDO, CARAMULO e/ou outras que por aqui e por ali vão aparecendo nos locais mais frequentados pelos “Kuai Lous” (estrangeiros), já as “minerais” ou “com minerais” como eles dizem, de origem chinesa são... uma verdadeira porcaria... sabendo à mesmíssima coisa que as destiladas...

Um alerta para quem acha que a água é um recurso inesgotável, aqui tem precisamente a noção do que em breve pode acontecer um pouco por todo o planeta, querermos água “natural” para beber e não haver...

 

Tempo para hoje:
Sábado, 26 de Abril de 2008

Assim se escreve PORTUGAL

Sem muito tempo para dedicar ultimamente aqui fica um simbolico contributo para a cultura...

 

Assim se escreve PORTUGAL, na CHINA...

 

Informação NADA Interessante

pesquisar

 

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Chinesices

E eu que pensava que já t...

Lusoquê?!

Paraolímpicos Paraestrang...

"Menina de Ouro" vale Pra...

Febre Chinesa do "8" cheg...

Portugal vs China - As Di...

A China em Sondagem no sa...

Nos automóveis, em Portug...

Fast-food portuguesa... n...

As Repartições Públicas n...

Chinesices mais Antigas

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags