Quarta-feira, 25 de Junho de 2008

Zoo taxi chinês

Pois é caros amigos, hoje venho-vos falar de outra das coisas que me impressionou bastante ao chegar a este “novo mundo”, os táxis.

 Em primeiro lugar andar de táxi por estas paragens é uma aventura por si só pois todos os taxistas pensam que são os novos “Colin McRae” da praça e nós, sem sabermos bem como, nem porquê, passamos a ser os seus “co-pilotos” à força.

Em segundo lugar porque andar em muitos dos táxis desta terra é “pormo-nos na pele” dos animais do circo ou do zoo, isto porque se em Portugal se luta pela instalação de divisórias de separação entre o condutor e os passageiros, aqui existem literalmente JAULAS onde o cliente vai dentro durante toda a viagem, o que faz os táxis parecerem aqueles carros da polícia dos cartoons onde o “malfeitor” (eventualmente) acaba por ir dentro, espreitando pela janela com grades.

Curiosamente, outra coisa que me cativou a atenção é o facto de serem “quase todos” da marca VW de um tal modelo SANTANA que nem sabia existir mas que se parece com os JETTA de outros tempos.

Outro aspecto curioso é o facto (obvio) da comunicação com os taxistas ser quase impossível, pois a única língua que eles conhecem (e mal) é o chinês para além de que os locais do estilo Hotéis e outros têm em chinês um nome que nada tem a ver com a designação internacional pela qual são conhecidos. Solução: andamos todos (os estrangeiros) cheios de papelinhos e cartões com as moradas dos locais para onde queremos ou costumamos ir para que os taxistas possam ler as moradas e nos levem ao destino.

É assim, a vida na China... e eu agora vou andando para dentro, pois parece que vem aí um tal “FengShen” (Deus Vento) para nos arejar... (ainda bem porque os vidros da sala já estavam a precisar de ser lavados outra vez).

 

Tempo para hoje:
Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

(In)Segurança Rodoviária na China

Um dos assuntos que muitas vezes abordo aqui tem a ver com a segurança rodoviária (ou a falta dela) na China. É um facto, quem consegue conduzir na China (e em Portugal) consegue conduzir em qualquer parte do universo (e arredores). É realmente algo que nos une, a “nossa” falta de civismo e educação ao volante, mas, creio que pesando bem tudo, a China ainda nos consegue ganhar por larga vantagem.

Deixo-vos aqui hoje mais um exemplo das idiotices que vejo diariamente ao volante.

O transporte das crianças nos automóveis – pensar-se-ia que no país onde todos os acessórios para transporte de crianças (de todas as idade e tamanhos) são feitos que não haveria problemas com esse aspecto e, na verdade, não há, pois é EXTREMAMENTE comum ver todos os dias pais (e mães) que transportam os seus filhos de tenra idade... AO VOLANTE... NEM MAIS!

Não sei se é por pura ignorância ou se realmente as pessoas acham que estão a contribuir para a educação e/ou formação dos filhos – “ensinando-lhes” a conduzir desde cedo.

É um facto que “todos nós” (pelo menos o pessoal da minha geração) já andou ao volante com os nossos pais, mas nessa altura não haviam air-bags e outros tais que agora fazem dessa viagem um risco AINDA maior do que na altura.

Mas é assim mesmo que eles vão, ao colo... e ao volante porque apesar de as fabricarem aos milhões não usam nem uma das nossas “famosas” cadeirinhas XPTO com todos os autocolantes “CE” (como manda a lei).

 

Tempo para hoje: (Mas dizem que vem aí tufão)
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Com tantas Scooters?! Porque não há MOTAS na China?!

Pois é... como o prometido é SEMPRE devido (e eu não gosto de dever nada a ninguém) cá estou eu para DESMISTIFICAR mais um SEGREDO SECULAR (e daí se calhar estou a exagerar umas boas décadas mas o que é que isso importa)...

Porquê?! Mas porquê mesmo?! Porque é que num “planeta” cheio, a abarrotar, a rebentar pelas costuras das chamadas “scooters” não há MOTAS (daquelas a sério como há em tudo o que lugar)...

 

EU!!  DESCOBRI O SEGREDO!! (EUREKA!!! ACHEI!!)

 

Na China existem poucas ou nenhumas motas não por uma questão de preço, não por uma questão de impostos, não por uma questão de escassez, muito menos por uma questão de economia... na China só há Scooters por uma questão de... “ASELHICE” (e não... não sou o Cajuda... mas tenho RTPi em casa... é assim uma forma de exorcizar os meus fantasmas e não ter saudades de Portugal... não porque mato saudades pela TV mas porque me lembro facilmente do porquê de ter de lá saído a caminho desta aventura chinesa)...

Mas voltemos à “Aselhice” que era disso que vos queria falar... os chineses não têm motas porque não as sabem conduzir... nem mais... principalmente no que diz respeito ao uso da “caixa de velocidades”... assim... e como as scooters têm a (óptima) particularidade de possuírem “caixa de velocidades automática” (a qual lhes deu o celebre nome de “aceleras”) por ser necessário ACELERAR (e travar)... mais uma “aselhice” chinesa a condicionar o desenvolvimento de toda uma sociedade (mas não faz mal... que eles fazem TUNING das coitadas das “aceleras” e não apenas as pintam de PINK).

Tempo para hoje: Tufão 1 - primeiro do ANO

Informação NADA Interessante

pesquisar

 

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Últimas Chinesices

Zoo taxi chinês

(In)Segurança Rodoviária ...

Com tantas Scooters?! Por...

Chinesices mais Antigas

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags